Araçoiaba, Monumentos e Movimentos

0
79

Existe um movimento espontâneo no interior de São Paulo para o fortalecimento do turismo nas cidades propondo que o cidadão local seja principal conhecedor, frequentador e divulgador dos destaques da sua cidade.
Araçoiaba da Serra, fundada em 7 de abril 1857, porém com 162 anos, é um destes municípios interessantes e que tem belezas naturais, e, conhecer Araçoiaba é agenda para toda a sua gente.
Sim estamos falando também de infraestrutura, de o poder público canalizar recursos para tornar todos estes ambientes e monumentos visitáveis, mesmo aqueles que não sendo públicos acrescentam à história da cidade.

Município de Interesse
Turístico -MIT-
O Governo do Estado de São Paulo reconhece Araçoiaba como Município de Interesse Turístico e com esta medida o patrimônio arquitetônico, natural e geográfico do município deverá ser valorizado.

O Lago Municipal
Araçoiaba geográfica vista de cima é destacada pelo seu lago municipal e outros pequenos lagos interligados entre si na zona urbana ou atendendo a nascentes de água de fonte que existem em outros planos geográficos da cidade, condomínios e etc.

A catedral
Temos a Igreja Matriz construída na década de 1930, que é uma das mais belas construções da cidade, estilo próprio e meio gótico, a catedral é um legado arquitetônico da cidade, uma obra de engenharia respeitável.

A Praça Coronel Almeida
-uma análise crítica-
É ainda uma praça bonita, ampla mas já foi muito mais.
A praça é do povo e este tema merece ser tocado, pois esta questão nunca veio a baila de forma adequada a não ser a boca pequena de todos os cidadãos que nunca se conformaram com o que foi feito da praça em meados de 2008|2009.
A pergunta que não cala é: onde estavam os ambientalistas quando foi cometida a reforma da praça sabe-se lá sob qual pretexto e circunstancias, ao retirar árvores de copa larga da praça?
As praças foram construídas para serem acolhedoras e aprazíveis, com bancos e espaço livre, e, via de regra, muitas árvores.
A quantidade de árvores que ali existia, e que foram retiradas, funcionava como um convite a convivência diurna sob o sol, ao abrigo das árvores, pois nossa cidade é ensolarada no verão principalmente.
A verdade é que temos hoje uma praça com pouquíssimos pontos de sombra, a praça está praticamente sem proteção de arvores, plantaram-se palmeiras imperiais que demoram décadas para crescer e não oferecem sombra e frescor para a população, nem agora e nem no futuro.
Sim, a praça é um dos maiores patrimônios da cidadania, é na praça que acontecem os grandes eventos da cidade, é onde a cidadania se encontra para aplaudir ou para reclamar.
O esforço negativo feito à época, com a absoluta descaracterização da praça Coronel Almeida foi um momento triste da cidade.
O marco zero da cidade é hoje um monumento horizontal ainda em construção.

O Museu
O Museu José Pinto fundado em 1994 tem acervo que precisa ser cuidado, há muitas coisas requerem catalogação e organização.
A conquista pela cidade de Município de Interesse Turístico canalizará recursos ao museu e também para reformar a parte de cima do referido prédio que abriga o Museu que parece estar completamente abandonado.
Carece também, o nosso museu de regularidade, reorganização e regulamentação no atendimento como horário e etc.
O Castelo
É o castelinho do Padre Pierroni, praticamente um dos cartões postais da cidade foi construído nos anos 1960, construção essa que durou 5 anos.
A performance do padre construtor deu origem a um livro escrito pelo Prof. Aldo Vannucchi com o título ´Um Padre Diferente`.
Estando localizado em terreno particular o Castelo tem ótimo apelo turístico e pode ser utilizado de forma pedagógica e dirigida para ilustração, visitação e aulas dirigidas à comunidade escolar local.

A Fazenda Ipanema
O conjunto arquitetônico da Fazenda Ipanema impressiona pela sua beleza e pela qualidade da construção.
Hoje patrimônio nacional a referida abrigou a primeira fábrica de ferro no governo imperial brasileiro, foi a primeira fundição da América Latina tendo produzido desde 1810 até 1926 artefatos de ferro para as mais diferentes aplicações;
Destaque para a produção de armas de fogo como canhões e armas brancas que foram utilizadas por exemplo na Guerra do Paraguai (1864 a 1870), o confronto de maior duração e proporção da América Latina.
Hoje a Fazenda Ipanema e ponto de referência do turismo local, com trilhas guiadas além de um excelente ambiente para fotografia, caminhadas e observação da natureza.

O Morro de Ipanema
O morro de Ipanema cantado em prosa e verso pela população local é um observador silencioso da vida que amanhece e anoitece na nossa cidade, registra todos os acontecimentos passados e presentes de tudo o que se passa e se passou na cidade.
Podendo ser visto de quase todos os pontos da cidade o Morro de Ipanema se levanta a 300 metros acima da cidade, e somado com a altura da cidade que é de 660 metros, encerra 960 metros de altura acima do nível do mar.
Do seu alto pode-se observar toda a região e algumas cidades.
Artigo escrito por: João Elias, Membro CLAS – Clube de leitura de Araçoiaba da Serra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here