Tijolo ecológico composto por lodo de ETA da Águas de Araçoiaba é premiado no Prêmio Sustentabilidade Sindcon/Abcon

0
528

A concessionária Águas de Araçoiaba, do Grupo Águas do Brasil, conquistou o 3º lugar na categoria Técnica do 3º Prêmio Sustentabilidade promovido pelo Sindcon (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto), com apoio da Abcon (Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto). O projeto premiado no dia 22 de agosto, em São Paulo, foi o Tijolo Ecológico Composto por lodo de ETA.

A edição de 2019 reconheceu os melhores projetos e iniciativas das empresas privadas de saneamento na promoção de ações e práticas sustentáveis. Este ano, foram inscritos 63 projetos nas categorias Gestão, Institucional e Técnica.

Águas de Araçoiaba conquistou a terceira colocação com o projeto de um tijolo ecológico de alta resistência, utilizando lodo da Estação de Tratamento de Água (ETA) Jundiaquara, desenvolvido em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), campus Itapetininga.

“A premiação é de extrema importância para o setor, pois nos incentiva a divulgar projetos como o do tijolo que, além de ser uma ação totalmente sustentável, pretende contribuir de forma efetiva na interação com a sociedade”, afirmou Rodrigo Macool, gerente-geral da concessionária no período em que o projeto foi desenvolvido.

A ideia do tijolo ecológico surgiu após uma visita dos estudantes do IFSP à ETA para conhecer todos os processos que envolvem o tratamento de água. Os alunos se interessaram pelo desafio dado pela concessionária, de fechamento do ciclo sustentável do tratamento, que gera uma grande quantidade de lodo e é enviado ao aterro sanitário.

Os estudantes começaram a trabalhar, em conjunto com uma equipe da concessionária, num projeto que contemplasse essa demanda, e surgiu a ideia do tijolo ecológico. Testes e ensaios foram feitos com as amostras de lodo, até que se chegou ao produto final.

O tijolo ecológico atende as normas de resistência à compressão e tem a cura feita em água e não em queima, que o torna menos poluente.