A historiadora e ex-funcionária do Departamento de Cultura de Araçoiaba da Serra, Fernanda Marques, apresentou o Plano Municipal de Cultura do município no I Congresso Internacional de Pesquisa em Cultura e Sociedade, na Universidade Federal de Pelotas/RS em abril de 2018.

O evento foi promovido pelo CLAEC – Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura, com o objetivo de reunir pesquisadores e estudiosos do mundo todo, para compartilhar e confrontar resultados de estudos acerca da pesquisa em Ciências Humanas. O foco foram estudos culturais, trocas de conhecimento e compartilhamento de experiência entre as várias disciplinas da área.

O artigo apresentado por Fernanda é um dos capítulos do livro “Fenômenos Culturais no Amálgama Social” editora CLAEC, organizado por Amanda Basílio Santos e Juliana Porto Machado. Nele, a historiadora fez um estudo de caso sobre políticas públicas da cultura no Brasil, no qual destaca a implantação do Sistema Municipal de Cultura em Araçoiaba da Serra, tendo como objetivo principal a criação e os desafios para o desenvolvimento do Plano Municipal de Cultura – P.M.C.

O P.M.C. é um dos mecanismos mais importantes para traçar as diretrizes culturais de um município. A narrativa em torno do passo a passo de sua construção, se faz necessária para se compreender uma prática e formato de estruturação e idealização coletiva, ou seja, um projeto construído com a parceria estabelecida entre poder público e sociedade civil. Essa parceria se concretizou quando foram aplicadas as diretrizes e propostas da população, principalmente da classe artística, na Conferência Municipal de Cultura em 2013. Na ocasião, o P.M.C. foi aprovado por unanimidade pelos presentes, sendo encaminhado aos vereadores para a regulamentação da Lei Nº 12.343/2010, que instituiu o Sistema Nacional de Cultura no Brasil. “O P.M.C. é, sem dúvidas, a principal ferramenta que rege a política pública no município nos próximos dez anos”, registra a autora.

A apresentação da pesquisa em um evento como esse, eleva o município de Araçoiaba da Serra no âmbito do comprometimento com políticas públicas. É importante que o município tenha reconhecimento em outros espaços, sendo essencial que outras pessoas e prefeituras conheçam a experiência que Araçoiaba da Serra teve na implantação do Sistema Municipal de Cultura, ferramenta essencial para fortalecer e fomentar a cultura local. Experiências como essa, servem de inspiração a outros gestores.

Atualmente, a autora reside em São Paulo, é ativista política no Movimento Cidadanista – Raiz (partido – movimento ecossocialista), mestranda em Música na Universidade de São Paulo – USP e trabalha gerenciando projetos sociais e culturais.

Para ler o artigo PLANO MUNICIPAL DE CULTURA: UM ESPELHO DA SOCIEDADE publicado na íntegra em Julho de 2018, acesse o site https://cipcs2018.wixsite.com/icipcs (Publicações> Anais> Fenômenos culturais no amálgama social: reunião de artigos do I CIPCS> página 881).