Inteligência Artificial – IA – Parte I

0
259

IA é um ramo da ciência da computação que se ocupa de desenvolver mecanismos e dispositivos tecnológicos que possam imitar o raciocínio humano. Inteligência Artificial está presente há anos na nossa vida mesmo que não percebamos, em ficção científica como as obras de Isaac Asimov, com por exemplo o filme Eu Robô, ou ainda nos filmes como O Jogo da Imitação que mostra o desenvolvimento de uma máquina na segunda guerra mundial, liderada por Alan Turing, para decodificar a Máquina Enigma.
O objetivo central das pesquisas relacionadas a IA baseia-se na ideia de fazer com que os computadores possam pensar exatamente como os humanos, criando análises, raciocinando, compreendendo e obtendo respostas para diferentes situações, que consigam aprender e se auto desenvolver. Também criar novas deduções a partir de fragmentos de informações como acontece nos sistema neuronal humano, fazendo com que a criatividade, emoções e sentimentos humanos possam ser emulados pelas máquinas.
A IA demanda tecnologias como máquinas com grande capacidade de processamento de dados, modelo de dados otimizados capazes de analisar e processar informações de modo inteligente e dados, informações para alimentar os modelos.
As tecnologias que proporcionam o reconhecimento facial, a capacidade de alguns softwares de `aprender´ as preferências de seus usuários/clientes através de experiências obtidas também pode ser considerado um exemplo primário de inteligência artificial.
Dispositivos que utilizam processamento de voz para executar tarefas, como a Siri do I Phone.
A IA torna a vida cotidiana mais prática, visto que esta estará programada a interpretar diferentes situações e adaptar respostas ou soluções de acordo com cada particularidade. A IA também será útil para substituir a presença humana em locais de difícil acesso, como explorações nas profundezas do oceano ou no espaço. Falo de robôs. Também ajuda os seres humanos a solucionar problemas e potencializar pesquisas de modo mais rápido e com poucos erros.

Aspectos negativos

Mesmo ainda faltando muito para que as máquinas atinjam o conceito mais próximo possível do que seria a Inteligência Humana, os cientistas já consideram a hipótese de que, no futuro, a IA venha a ser uma ameaça para a humanidade. Será? Quem considera isso são pessoas como Stephen Hawking e Elon Musk.
Fim da Primeira parte, Segunda Parte no próximo número.

Envie sua opinião, crítica e sugestões: e-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here