Efeito Manada

0
23

Ninguém gosta de ser considerado “maria-vai-com-as-outras”. Porém, você já reparou que em várias situações somos assim? Alguns exemplos corriqueiros: escolher, entre duas lanchonetes desconhecidas, aquela com mais gente ou ainda perguntar no restaurante, o “prato mais pedido” pra você escolher? Reconhece quando acredita ser verdade determinada informação, apenas porque você recebeu de várias pessoas? E quando estabelece veracidade numa postagem apenas porque teve muitos “likes”? Já comprou uma roupa ou qualquer outra vestimenta, apenas porque “estão usando”, mesmo não acreditando ser bonito ou se tem teu estilo?

Há diversas explicações para esse tipo de comportamento humano, sejam elas psicológicas, sociológicas, antropológicas ou todas elas juntas. Independente desses fatores, é o caso de ligar um alerta quando deixamos de tomar decisões importantes e apenas seguimos as escolhas de terceiros. Podemos cair no chamado “efeito manada” que é a tendência em seguirmos um grande influenciador ou mesmo um determinado grupo, sem que a decisão passe, necessariamente, por uma reflexão individual. Nas redes sociais, essa influência pode ser danosa quando vem junto a notícias falsas ou ideias antidemocráticas, preconceituosas, racistas ou qualquer outra desprezível. Sendo assim, provoca comportamentos hostis com aqueles que estão fora da manada.

⠀Pois é, a consequência de uma decisão errada baseada apenas na opinião dos outros pode ser muito pior que uma refeição indigesta. Portanto, atente-se às opiniões ou notícias reforçadas pelas “bolhas” nas quais estamos inseridos. Me refiro à “bolha”, do mesmo modo que me refiro à “manada” ou “maria-vai-com-as-outras”, apesar de poderem ser conceituadas diferentes.

Tendemos a nos unir a pessoas com pensamentos, opiniões ou demais posturas semelhantes às nossas. Assim, reforçamos o comportamento de coletividade, mesmo que sejam comportamentos negativos para a individualidade e/ou a coletividade.

Permita-se ser diferente, permita-se opinar, permita-se dizer “não”, permita-se estar com pessoas que pensam diferente de você, permita-se não concordar e, principalmente, permita-se respeitar as diferenças!

Permita-se despolarizar! Confie, é libertador!

Participe da solução! Envolva-se! Incomoda? Então não se acomode!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here