Febre: Festival e Conferência de Música é destaque na programação on-line do Sesc Sorocaba

Em sua 7ª edição, evento segue com a proposta de compartilhar ideias sobre música, criatividade, mercado, carreira e produção

0
263

Febre: Festival e Conferência de Música chega a mais edição on-line. Nos dias 910 e 11 de novembro, no canal do YouTube do Sesc Sorocaba, o público vai poder conhecer o trabalho de novos artistas da região, acompanhar bate-papos e conferir painéis que debatem arte, sociedade, marketing musical e tecnologia com músicos, produtores e pesquisadores convidados. Neste ano, a fala de abertura do festival fica por conta da cantora Mahmundi. Confira a programação completa:

 

Dia 9/11, terça

Fala de abertura Mahmundi. Crédito Caodenado

19h | Fala de abertura

Dona de um estilo muito próprio e peculiar, resultado de um pop contemporâneo com indie, embalado por versos reflexivos de pura poesia, a cantora Mahmundi abre o festival com uma fala inaugural, comentando sobre sua carreira e os desafios de se manter criativa em meio ao processo pandêmico. A atividade conta com mediação de Dani Scopin, técnica de programação do Sesc Jundiaí.

 

Painel Música e Tecnologia – Larissa Conforto. Divulgação.
Painel Música e Tecnologia – Japa System. Divulgação.

20h | Painel – Música e tecnologia: O aparato tecnológico como suporte para processos criativos 

Neste bate-papo, Larissa Conforto, multi-instrumentista, cantora e compositora, e Japa System, músico, compositor e membro do grupo BaianaSystem, apresentam um olhar abrangente sobre as ferramentas virtuais utilizadas pelos artistas da cena musical brasileira para interagir entre si e com o público, com o intuito de poder captar possíveis tendências, além de debater sobre as ferramentas já consolidadas. Natália Ferlin, musicista e produtora fonográfica, é quem media o encontro.

 

De 9 a 11/11, terça a quinta

21h | Caixinha de música 

A caixinha de música possibilita a gravação, de forma descomplicada, de um registro audiovisual de composição autoral para músicos e musicistas solo. É literalmente uma porta de entrada para quem quer apresentar um primeiro material nas redes com uma gravação de qualidade. Os músicos que se apresentam nos vídeos foram selecionados previamente.

 

Dia 10/11, quarta

19h | Painel – “Erro na Matrix” Algoritmo racista, vieses de dados e inteligência artificial 

A inteligência artificial está cada vez mais presente no cotidiano das pessoas e veio para ficar. Nesta mesa de discussão, pretende-se debater sobre a falta de neutralidade presente em muitas plataformas digitais e como isso pode impactar em nossa experiência de navegação e na busca por novos artistas da cena musical.

Participam do bate-papo Bah Lutz, cantora e Fernanda Monteiro, pesquisadora de tecnologia de impacto social. Com mediação de Flávia Biggs, organizadora do projeto Girls Rock Camp Brasil.

 

Dias 10 e 11/11, quarta e quinta

19h | Pré-AMP 

Com Du Panozzo, comunicador e pesquisador do mercado musical brasileiro, Jadsa, cantora, compositora, guitarrista e produtora musical e Clemente Magalhães, produtor musical e consultor de marketing digital

O Pré-AMP propõe uma conversa entre quatro artistas sorocabanos em início de carreira com uma bancada composta por três profissionais mais experientes. Na atividade, os artistas participantes são avaliados e recebem de forma individual um retorno qualificado sobre o material fonográfico apresentado, além de dicas sobre gestão de carreira.  

 

Dias 10 e 11/11, quarta e quinta

20h30 | Febre apresenta

Nesta ação híbrida, que mistura entrevista com pequenos lampejos de apresentações gravadas, a jornalista, roteirista e pesquisadora musical Fabiane Pereira conversa e apresenta ao público os trabalhos de alguns artistas de Sorocaba e região que possivelmente frequentarão grandes palcos em um futuro muito próximo.

 

Dia 11/11, quinta  

19h | Painel – Criptoarte e o futuro da arte digital 

Neste encontro, especialistas convidados discutem sobre o recente do surgimento da criptoarte, modalidade que traz consigo a promessa de revolucionar a forma como lidamos com arte digital, tornando-a um elemento único e comercializável. A proposta deste painel é entender o contexto em que este novo conceito surge e como ele se aplica ao mercado musical atual.

A atividade conta com a presença de Ana Garcia, comunicadora e produtora cultural e Janara Lopes, diretora de criação e curadora na phonogram.me. A mediação fica a cargo de Felipe Marinelli, especialista em interfaces tecnológicas e músico independente há 20 anos.

 

Febre: Festival e Conferência de Música

O Febre é um festival que objetiva envolver grande parte da produção de música da cidade de Sorocaba, além de trazer artistas que circulam pelo país e ainda realizar um ciclo de conferências para compartilhar ideias sobre música, criatividade, mercado, política, carreira, produção e temas afins. Essa é a sétima edição, sendo a segunda realizada totalmente em ambiente on-line

 

SERVIÇO

Febre: Festival e Conferência de Música

Dia 9, 10 e 11/11, terça à quinta.

Grátis. Livre.

Transmissão: youtube.com/sescsorocaba

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here