Dia Mundial da Imunização reforça a importância das vacinas nos cuidados com a saúde

0
276

A imunização é uma das intervenções de saúde pública mais eficazes disponíveis e desempenha um papel crucial na proteção individual e coletiva. Através da vacinação, é possível prevenir uma ampla gama de doenças infecciosas, evitando de 2 a 3 milhões de mortes por ano, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS). O Dia Mundial da Imunização, celebrado em junho, busca conscientizar a população sobre a importância das vacinas na erradicação, eliminação e controle das doenças.

Como as vacinas funcionam

Mas como as vacinas agem em nosso organismo? De acordo com a Dra. Luiza Samaha França, médica infectologista do Hospital Evangélico de Sorocaba (HES), as vacinas estimulam o sistema imunológico a produzir anticorpos contra determinados microrganismos causadores de doenças infecciosas. “Seja através de uma forma enfraquecida ou totalmente inativada do agente causador, o sistema imunológico entra em ação, gerando anticorpos e memória imunológica”, explica a médica.

Dessa forma, quando o organismo entra em contato com o respectivo agente ativo, os anticorpos produzidos pela vacina combatem esse agente – e a memória imunológica estimulada favorece esse processo. “Em alguns casos, a memória imunológica é tão eficiente que impede a doença de ocorrer mais de uma vez na mesma pessoa, como é o caso do sarampo ou catapora, por exemplo”, diz Samaha.

Por outro lado, algumas doenças, como meningite meningocócica, difteria, tétano e coqueluche, necessitam de estímulos periódicos com doses de reforço das vacinas. “Nesses casos, não é possível gerar proteção vitalícia, seja porque o estímulo do sistema imune não é suficiente para produzir uma memória imunológica de longa duração, seja porque a proteção não é mantida a longo prazo”, conta a médica.

Importância da imunização preventiva

É importante destacar que, apesar de muito eficiente, o sistema imunológico precisa de tempo para funcionar bem. Portanto, na primeira vez que uma pessoa é exposta a um agente infeccioso, seu sistema imunológico não consegue produzir anticorpos rapidamente o suficiente para combatê-lo eficazmente, como explica a infectologista. “É aí que entram as vacinas e sua importância crucial, já que elas permitem a imunização preventiva, eliminando o risco de adoecimento ou de formas mais graves da doença”.

Além de reduzir o risco de adoecer, as vacinas contribuem para diminuir a disseminação de doenças como COVID-19, influenza, varicela, poliomielite e muitas outras. Quanto maior o número de pessoas vacinadas, menor a circulação de vírus e bactérias na população e, consequentemente, menor o número de pessoas doentes.

Atualize suas vacinas

A infectologista recomenda que a população busque auxílio especializado para verificar o status vacinal e completar a carteirinha de vacinação, considerando as particularidades de cada indivíduo e seu momento de vida. “Temos diversas indicações de vacinação, seja por faixa etária, condições especiais ou doenças crônicas como diabetes, doença renal crônica e hepatopatias. Portanto, busque um profissional especializado para isso e mantenha sua carteirinha sempre atualizada, protegendo você e a comunidade”, orienta a médica.

Sobre o Hospital Evangélico de Sorocaba

O Hospital Evangélico de Sorocaba tem 88 anos de história, tradição e credibilidade e conta com Pronto Atendimento Adulto ágil em várias áreas, inclusive ortopedia e oncologia. Possui ambulatório médico em diversas especialidades, centros cirúrgicos e unidade de terapia intensiva (UTI). Com o Instituto de Oncologia de Sorocaba (IOS), o Hospital Evangélico compõe o hub de serviços em saúde da Hospital Care para Sorocaba e região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here