Divulgação

Contar mais um episódio do circo-teatro na região. Este é o  desafio do grupo teatral Barracão da Vó que inicia a temporada do novo espetáculo com apresentações gratuitas em Sorocaba. “O Circo ORDEP” faz parte do projeto “ORDEP: circo-família Ozório – Trilogia circense” aprovado pela LINC 2018 e ficará em cartaz do dia 13 de abril até 26 de maio.

O espetáculo faz uma viagem pelo tempo, contando a história da família Ozório, e o circo ORDEP de Pedro Ozório. Com base nos relatos de Nair, filha de Pedro, o grupo vai contar parte de sua trajetória dentro e fora das lonas. “Comecei aos 4 anos. Fiz vários números como trapézio, escadinha minerva, bola de equilíbrio, malabares, cantava, atuava e também formei uma dupla de palhaços com meu pai, Nhoc Nhoc”, relembra Nair que hoje tem 78 anos.

De acordo com o diretor do grupo “Barracão”, Rodrigo Cintra Marins, o diferencial deste espetáculo será a representação pela primeira vez de cenas reais da vida pessoal da Nair, seu pai e sua mãe: “Vamos fazer recortes dessa rica história, destes artistas circenses em suas 4ª e 5ª gerações. Nair teve uma vida pitoresca dentro e fora do circo, afirma Cintra.

O diretor conta ainda que a apresentação terá um olhar moderno e contemporâneo. Ordep, que é Pedro ao contrário será interpretado pelo ator e mágico Augusto Torrine, Olívia, sua esposa, será interpretada por Ivone Martins, e Nair Ozório será interpretada por todas as artistas, sendo irradiada nas cenas reais pelas atrizes do Barracão e nos números circenses pelas artistas da Usinarte. “Nair foi uma mulher e artista tão fascinante que será representada por várias mulheres para conseguirmos mostrar todas as suas facetas”, comenta. O espetáculo contará ainda com números de circo feitos antigamente por Nair Ozório e Ordep que serão apresentados agora pelos artistas da Usinarte, parceiros do grupo. Apresentações como malabares, trapézio, estátua grega, corda lisa, entre outros poderão fazer o público se encantar. Recriando, inclusive, a escada minerva. Esse número precisou de um trabalho grande de pesquisa e será realizado pelo ator e artista circense André Moraes. O estudo se deu por muitos meses e autores como Ermínia Silva que escreveu sobre circo-família no Brasil foram base para Rodrigo.”Nas obras de Ermínia fica muito claro que é possível resgatar o circo-família com leveza e modernidade. É o que vamos fazer na cena cômica que será o carro-chefe: Agência Marineli, que conta a história de uma agência de talentos onde diversas pessoas tentam ser contratadas, umas com habilidades e outras nem tanto. Uma cena muito divertida”, antecipa Rodrigo. Outra cena cômica que será levada para o palco é “O Sebo”.

A estreia será dia 13 de abril de 2019 às 19h30 na lona da Biblioteca Infantil Municipal e tem entrada gratuita. Os ingressos serão distribuídos com uma hora de antecedência. O espetáculo é livre para todas as idades. A Biblioteca fica na rua da Penha, 673, Centro.

Elenco: Priscila Maldonado, Conrado Cintra, Rodrigo Cintra, Ivone Martins, Edneu Abud, Augusto Torrine, Niany Nicoley, Nicolay Andrey,  André Moraes, Beatriz Mendes, Gabriel Manzini, Mariana Noronha, Ana Sousa, Yuri Oliveira.

Serviço:

Início da temporada “o Circo ORDEP”

Dia da estreia: Sábado, 13 de abril de 2019

Temporada: de 13 de Abril a 26 de maio, sempre aos sábados e domingos, às 19h30.

Chegar uma hora mais cedo para garantir seu lugar

Local: Biblioteca Infantil Municipal “Renato Sêneca de Sá Fleury” – Rua da Penha, 673, centro.

Capacidade: 150 lugares
Entrada Gratuita